Queimadura de Água Viva: Primeiros Socorros

queimadura agua viva
A água-viva é uma criatura marinha que existe há mais de 650 milhões de anos e provoca queimaduras na nossa pele ao se sentir ameaçadas. (Foto: Divulgação)

Ir à praia e curtir o verão é muito gostoso, mas dependendo da praia que formos, é preciso tomar cuidado com a presença de águas vivas, que podem queimar, e a queimadura de água viva é bem dolorida e precisa de cuidados especiais.

A água-viva é uma criatura marinha que existe há mais de 650 milhões de anos, com espécies diferentes e espalhadas pelo mundo todo. Podem medir menos de 2,5cm e atingir até 30,5m de comprimento. O seu corpo é composto de aproximadamente 98% de água e estes animais fazem parte do filo dos Cnidários, que vem da palavra grega “urtiga que queima”.

O corpo das águas-vivas é coberto por células chamadas cnidócitos, e são repletas de filamentos que injetam toxinas na pele das pessoas. O veneno deste animal é uma neurotoxina que tem por finalidade paralisar a vítima. Estas neurotoxinas matam presas pequenas e não chegam a ser fatal aos seres humanos. O que se sente após o “ataque” são dores, irritações na pele, sensação de queimadura, febre e cãibra nos músculos.

Primeiros socorros para queimadura de água viva

Ao se queimar com uma água viva, muita gente não sabe como proceder. Então, confira quais passos tomar após uma queimadura por água viva:

  • Primeiro passo: sair da água imediatamente. As espécies encontradas no litoral brasileiro não costumam ser venenosas, mas algumas pessoas podem ter reações alérgicas tão fortes que correm o risco de se afogar.
  • Segundo passo: Não toque na queimadura e muito menos coce. Quando a água-viva atinge a pele, ela libera filamentos chamados nematocistos, que se rompem se a pessoa coça ou esfrega a pele.
  • Terceiro passo: Lavar a área atingida com água do mar ou soro fisiológico. A água quente e a doce ajudam este nematocistos a se romper mais facilmente. Já a água do mar, ajuda estes cistos a se soltarem.
  • Quarto passo:  Não urine sobre a queimadura. Apesar de a crendice ter um fundo de verdade, pois a urina liberaria mais facilmente os cistos, são poucas pessoas que tem o teor de acidez necessário para amenizar a dor.
  • Quinto passo: Faça compressas de gelo para aliviar a sensação de queimadura e de dor. Não use pomadas sem orientação médica e muito menos passe manteiga em cima da ferida.
  • Sexto passo: Procure um médico se ficar muito dolorido, com enjôo, vômitos ou febres altas. A sua pele vai estar muito sensível durante alguns dias, então evite o Sol para não ficar com manchas no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *