Como manter a pele livre de cravos e oleosidade

A pele exige cuidados diários, principalmente o rosto. Como os homens costumam ter a pele mais oleosa que as mulheres e têm que fazer a barba com freqüência, é preciso ter uma atenção especial para evitar pêlos encravados, excesso de oleosidade e cravos. Para isso, cuidados básicos evitam problemas e deixam a pele em dia.

O rosto deve ser bem lavado diariamente com um sabonete e higienizada com um tônico.

A grande sacada, que ajuda na hora de fazer a barba, é esfoliar a pele. De acordo com a esteticista, a esfoliação semanal evita o encravamento dos pêlos, promove uma renovação celular, controla a oleosidade e ajuda a prevenir cravos e espinhas.

Confira dois tipos de esfoliante que a nutricionista Thaís Trindade ensina:

Esfoliante de açúcar:
Para fazer o esfoliante misture uma colher de sopa de açúcar cristal com uma de mel. Em seguida passe no rosto com movimentos circulares leves e retire com bastante água em seguida.

Esse esfoliante de açúcar e mel é ideal para peles com muitos cravos, mas não é recomendável para peles sensíveis – pode ocasionar vermelhidão – ou muito oleosas.

Esfoliante de aveia:
Misture duas colheres de sopa de aveia em flocos com duas de mel. Passe em todo o rosto e faça movimentos circulares. Em seguida, retire o esfoliante com água.

O esfoliante de aveia é mais suave e, por isso, indicado para peles mais sensíveis. Além disso, a aveia promove a nutrição da pele.

Depois da esfoliação ou dos cuidados diários, Thaís recomenda o uso de um hidratante com filtro solar. “Como a pele dos homens são mais oleosas, é melhor optar por hidratantes em gel”, sugere.
Dica: Faça a esfoliação uma vez por semana com movimentos circulares leves, lave o rosto com sabonete, tônico e use hidratante com filtro solar diariamente, isso evita o ressecamento da pele e facilita o barbear.

Alimentação: modo simples de combater a TPM

Estima-se que 30% das mulheres tem sintomas típicos da tensão pré-menstrual(TPM), segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia. Pode ser dor nas pernas, inchaço, dor de cabeça, dor nos seios ou irritação – ou combinando mais de um dos vários sintomas detectados.

Quase todos os sintomas da TPM têm alguma relação com nutrientes da nossa alimentação, que podem estar sendo consumidos em excesso ou escassez. Bastam alguns ajustes para que os benefícios apareçam, priorizando a ingestão de alguns e evitando a de outros.

Segundo nutricionistas, nervosismo, irritabilidade, depressão e crises de choro comuns nesse período são causados pelas baixas de cálcio e vitamina B6 no organismo, geralmente dez dias antes da menstruação. Ao invés de gastar fortunas com medicamentos, o melhor mesmo é optar por alimentos simples.

O cálcio é comum no leite, iogurte, queijo, sorvete, devendo-se preferir as versões desnatadas e menos gordurosas. Salmão, vegetais verdes folhosos e tofu também são ricos nesses nutrientes.

Também temos carne, grãos integrais, banana, batata, lentilha e levedo de cerveja como fontes naturais de vitamina B6. Não só no chocolate, o magnésio pode ser encontrado como também em vegetais verdes, abacaxi, manga e milho. “Além desses, os alimentos ricos em fibras, como as frutas, legumes e verduras em geral, podem auxiliar na eliminação das fezes e do estrogênio.

Outros nutrientes indicados são os ácidos graxos essenciais (linoleicos, gamalinoleico e araquidônico) encontrados no óleo de prímula e o ginkgo biloba, cujo extrato é utilizado como suplemento para reduzir inchaços. A ingestão de água, chás de ervas e alimentos diuréticos (como melancia, melão, alcachofra, entre outros) também é altamente recomendável para diminuir sensação de peso e edemas.

O ideal é consumir estes alimentos o mês todo, mas se não for possível, iniciar o consumo por volta de 15 a 10 dias antes da menstruação.

Tratamento para fios rebeldes

Cremes leave-in, reparadores de pontas, pomadas e ativadores de cachos podem fazer muito mais do que os pequenos frascos aparentam. Eles são a melhor e mais prática solução para quando o cabelo acorda volumoso e o frizz se recusa a abaixar.

Como se livrar dos fios rebeldes:

Quando os cabelinhos elétricos estão localizados perto da raiz, é porque eles estão nascendo ou acabaram de quebrar. Nesse caso, o jeito é borrifar um pouco de água e, com o secador, jogar um jato de ar frio para abaixá-los.

Se o problema é o excesso de volume: “nos fios úmidos, espalhe leave-in da raiz às pontas. Em seguida, amasse-os com o difusor (peça que se encaixa no bocal do secador) ou deixe secar naturalmente”, ensina. “Nos crespos, aplique um ativador de cachos e modele com as mãos, sem utilizar o secador”.

Como acabar com as Estrias

As estrias são resultado da quebra das fibras de colágeno e elastina, que após o rompimento na derme(camada profunda da pele) ficam desorganizadas e dão origem as linhas vermelhas e esbranquiçadas. As regiões mais afetadas do corpo são os seios, bumbum, coxas, braços e abdômen.

Podem ser decorrentes de varios fatores hormonais como:crescimento acelerado na puberdade, uso de alguns medicamentos, estiramento da pele durante a gravidez e por causa do famoso efeito sanfona, quando a paciente emagrece e engorda com muita freqüência e fica com a pele distendida e sem elasticidade.

Como tratar:
Uma hidratação diária pode ajudar a prevenir e a amenizar as estrias, desde que os cremes contenham substâncias ativas com estas propriedades. Para conter o problema, é preciso repor substâncias que ajudam na reorganização do colágeno e elastina na pele.

Os princípios ativos hidratantes têm mais sucesso com os chamados redensificadores dérmicos – que fornecem colágeno e elastina à estrutura cutânea.

A pele com estria possui colágeno e elastina, mas de forma totalmente desorganizada. Por isso, é mais importante fornecer substâncias que ajudam na reorganização destas duas proteínas, para que elas voltem naturalmente à sua disposição na pele.

O óleo extraído da planta Hippophae rhamnoides (Sea buckthorn) contém substâncias que repõem à pele componentes que auxiliam no combate às estrias, ele pode ser incorporado em cremes e loções manipuladas ao corpo com o nome de NanoVit. “Este ativo contém todas estas substâncias encapsuladas em nanopartículas, que conseguem penetrar com mais facilidade nas camadas mais profundas da pele e conferem tratamento eficaz e otimizado. Além disso, confere maciez, suavidade e melhora a elasticidade cutânea”, complementa.

Como manter unhas bonitas e saudáveis

unhas saudáveis é essencial para garantir a saúde e o bem-estar.

Uma das formas de mantê-las em forma é adotar uma alimentação rica em proteínas, com opções como carne, leite e queijo. As vitaminas também são importantes, principalmente a A (presente em espinafre, couve e sardinha) e a E (encontradas em peixes, nozes e castanhas).

Para evitar o encravamento, não corte a beirada das unhas. Antes de aplicar esmalte, pingue óleo secante para proteger. Depois, massageie e lave em água corrente. Para tirar a pintura, removedores específicos com substâncias hidratantes são mais recomendados do que a acetona.

Para higienizar seu material de manicure, basta lavar com água e sabão ou passar álcool. E não se esqueça que a cutícula é uma proteção natural do corpo. Então, caso prefira retirá-la, cuidado com o exagero.