Vestidos para Gestantes 2013

Vestidos para Gestantes 2013

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

A gravidez é uma época maravilhosa e mágica na vida das mulheres que muitas vezes esperam anos e anos para conseguir ter o seu filho. Por ser uma época mais cuidadosa e todos esses cuidados revertidos para o bebezinho que está chegando, as mulheres acabam se descuidando da aparência, mas isso não precisa ser assim sempre. Pensando nisso e pensando também que a época mais quente está chegando, separamos algumas dicas de tendências de vestidos para gestantes de 2013.

A moda para gestante é algo que está se tornando muito famoso e que as empresas estão apostando bastante, pois as grávidas atuais estão cada vez mais ligadas a tendências e com as roupas que ficam bonitas neste período.

Dentre tantas peças de roupas que compõe a moda gestante, os vestidos são os mais adorados pelas grávidas por serem peças bonitas e ao mesmo tempo confortáveis, sem nenhum incomodo e aperto, coisas que as grávidas não podem ter.

Para você que está à espera do seu bebê, ou que conhece alguém que esteja e quer presenteá-la, abaixo você confere algumas tendências de vestidos para gestantes que irá fazer muito sucesso em 2013, assim você poderá ficar por dentro da moda e já ir preparando tudo aquilo que poderá usar no próximo verão!

Dentre tantas tendências vamos citar aquelas que mais vão fazer sucesso em 2013. Grávidas preparem-se para arrasar!

Tendências de vestidos para gestantes 2013

  • A marca Emma Fiorezi é especialista em moda gestante. Os vestidos da coleção 2013 remetem aos anos 20 e possuem muitas estampas e muita cor para alegrar a estação mais gostosa do ano.
  • Vestidos mais discretos e com tecidos como seda estarão super em alta em 2013.
  • O conforto também vem na bagagem de 2013 e se torna um sinônimo de beleza, com cores mais chamativas.
  • Vestidos longos também estarão muito na moda e virarão tendência para gestantes em 2013.
  • Vestidos mais curtos e sociais também marcam presença e são perfeitos para as futuras mamães que continuarão trabalhando durante o período de gravidez.
  • Estampas étnicas também será tendência nos vestidos de gestantes de 2013 e com certeza será uma das peças mais adoradas.

Estas são as principais tendências de 2013. Não deixe de conferir de perto e adquirir vários modelos de vestidos de gestante para uma das épocas mais felizes da sua vida!

Fotos de Vestidos para Gestantes 2013

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Vestidos para Gestantes 2013 ( Foto: Divulgação)

Enxoval de Bebê

Enxoval de Bebê

Enxoval de Bebê ( Foto: Divulgação)

A chegada de um bebê é sempre um momento muito especial e além de todas as mudanças na vida dos pais existe uma preocupação enorme com o quarto, a decoração e principalmente o enxoval e é sobre ele que viemos trazer algumas dicas hoje.

Dicas de como fazer enxoval de bebê

  • O enxoval do bebê precisa ser feito com muito carinho e você não deve exagerar além de verificar a estação do ano que a criança irá nascer.
  • Compre sempre poucas peças de cada numeração já que o bebê ganha peso rapidamente.
  • Faça uma lista para não comprar coisas repetidas e não se esqueçam de nenhuma roupa das mais importantes.
  • Tome cuidado porque as coisas de bebê são lindas e acabamos ficando tentadas a comprar coisas que nem precisamos por isso à lista é tão importante.
  • Se você não souber o sexo do bebê compre cores neutras que possam ser usadas por ambos os sexos e não perderá nada.
  • Reserve coisas que serão pedidas no chá de bebê para não terem coisas repetidas e caso isso aconteça não deixem de trocar.

Seguindo nossas dicas ficará fácil fazer o enxoval do seu bebê e separamos uma lista para que você possa ter como base.

Enxoval de Bebê ( Foto: Divulgação)

Enxoval de Bebê ( Foto: Divulgação)

Enxoval de Bebê

  • 6 bodys manga comprida
  • 6 bodys manga curta ou sem manga
  • 6 calças com pé reversível
  • 6 camisas
  • 4 casacos (de algodão, lã ou soft dependendo da estação do ano)
  • 2 conjuntos
  • 2 toucas ou gorros
  • 6 babygrows (de algodão, lã ou soft dependendo da estação do ano)
  • 6 pares de meias (ou botinhas de tecido)
  • 2 pares de luvas de algodão
  • 1 casaco grosso (para o Inverno)
  • 1 conjunto saída maternidade (que consiste numa roupa especial, que normalmente é um body em linha ou lã conforme a estação e uma manta luxo)
  • 2 mantas (envoltas) de algodão
  • 2 mantas (envoltas) soft
  • 1 manta luxo
  • 10 babettes
  • 10 toalhas de boca (ou fraldinhas de boca)
  • 10 fraldas de ombro
  • 4 toalhas forradas de banho com capuz

Este enxoval é o básico já que seu bebê ganhará muitas coisas até o dia do seu nascimento.

Curta esta fase linda da sua vida!

Enxoval de Bebê ( Foto: Divulgação)

Enxoval de Bebê ( Foto: Divulgação)

Roupa Justa Prejudica o Bebê?

(Foto: divulgação)

As futuras mamães costumam ter muitas preocupações e dúvidas durante o período gestacional, principalmente as mães de primeira viagem. Existem uma série de questões a serem dirimidas quando o assunto é a saúde da mamãe e do bebê e algumas dessas dúvidas envolvem coisas simples e corriqueiras, como pro exemplo o tipo de roupa mais adequado para usar na gravidez. Afinal, roupa justa prejudica o bebê?

Muitas mulheres usam roupa justa no dia a dia e depois que engravidam continuam a usar esse tipo de roupa, o que as fazem questionar se estão fazendo o certo, se aquela roupa não está machucando o bebê ou se isso irá interferir na formação fetal.

Roupa Justa e Gravidez

(Foto: divulgação)

Usar roupa muito justa não é recomendado, pois pode causar algum dano para o bebê, mas em geral isso é difícil de acontecer. Porém seu bebê ficará ainda mais comprimido na barriga, o que não é nada agradável para quem já está vivendo em um local tão apertadinho quanto o útero materno.

Entretanto, a roupa justa faz mal para você, pois impede que o sangue circule livremente, coisa que já é difícil durante a gravidez, podendo causar derrame nas pernas e entupimento de vasinhos. Portanto, fique de olho, não é extremamente perigoso mas também não é recomendado! Na dúvida, fale com seu médico!

Drenagem para Gestantes

Drenagem para gestante

Acabe com o desinchaço natural da gestação realizando uma drenagem para gestantes. (Foto: Divulgação)

Ficar grávida é o sonho de muitas mulheres, e ao engravidar, todas passam pelas mesmas preocupações, de como se comportar e o que é ou não permitido na gravidez. Quando engravidamos, o corpo vai se modificando automaticamente, se adequando para a chegada do bebê. Dentre essas modificações, a mulher acaba retendo muito líquido, necessitando de Drenagem para Gestantes.

O acúmulo de líquido é extremamente normal durante a gravidez, mas em muitos casos o inchaço causado na grávida chega a ser incômodo, fazendo com que a grávida se sinta mal em diversas ocasiões, impossibilitando até a locomoção. Por isso, realizar uma drenagem é essencial. Embora não haja contra indicações de drenagem para gestantes, existem algumas coisas que devem ser levadas em consideração.

Aprenda aqui como é feita a drenagem para gestantes, citando os principais pontos que devem ser levados em consideração devido a gestação.

Drenagem para Gestantes: Como fazer

A drenagem para gestantes é realizada da mesma maneira da drenagem linfática tradicional, mas com algumas modificações.

  • Não se deve usar a mesma pressão manual que se é usado em um paciente comum, pois toda gestante já possui uma circulação mais rápida do que o normal, então uma drenagem com muita pressão poderá aumentar ainda mais essa circulação, aumentando consequentemente a pressão arterial, situação de extremo perigo na gravidez.
  • A drenagem deve se limitar apenas aos membros superiores e inferiores e todos os movimentos usados em uma drenagem tradicional podem ser feitas normalmente, com menos pressão.
  • Para não usar as mãos, existem aparelhos perfeitos para realizar a drenagem, onde o profissional que irá realiza-la poderá regular a pressão que será feita como um todo em cada membro separadamente.

*Procure um profissional fisioterapeuta para realizar a drenagem. A gestação é uma condição especial e necessita de acompanhamento, pois em alguns casos de gravidez de risco a drenagem pode ser até mesmo contraindicada. Consulte seu médico.

Gravidez aos 50 Anos: Conheça os riscos

Gravidez aos 50 anos

Engravidar após os 50 anos de idade exige maiores cuidados durante a gestação para que os riscos ao feto diminuam. (Foto: Divulgação)

Engravidar é sem dúvida uma benção divina e, que uma hora acaba fazendo parte da vida da maioria das mulheres. Muitas mulheres possuem disfunções férteis, as quais impedem-nas de gerar um filho, mas algumas ainda possuem algumas chances, chegando a ter uma gravidez aos 50 anos. Mas, até onde isso oferece riscos?

Ser mãe é uma dádiva muito grande das mulheres, e algumas passam boa parte da vida tentando engravidar e não conseguem. Independente do problema, algumas usam de todos os artifícios para engravidar até certa idade, o que acaba fazendo com que fiquem grávidas após os 40 anos de idade, não sendo tão planejada como gostariam.

Independente da idade, uma vez ocorrida a fertilização, alguns cuidados são extremamente importantes, e com o avanço da idade esses cuidados aumentam, fazendo com que a gravidez se torne de risco e necessitando de uma atenção bem maior.

Conheça os riscos da gravidez aos 50 anos

  • Aos 50 anos o corpo não funciona mais como antes, isso é óbvio. Com a chegada de um embrião, o corpo não irá produzir tantos hormônios quanto precisa, então o tratamento com hormônios é essencial para que o feto cresça e se desenvolva corretamente.
  • Após os 50 anos, os riscos de se ter uma criança com necessidades especiais também aumenta, pois o seu desenvolvimento pode sofrer alterações que não sofreriam com menos idade. Isso não é definitivo, mas após os 50 anos as chances de se ter um bebê com alguma má formação é bem maior.
  • A mulher aos 50 anos já começa a entrar em períodos em que o cálcio já não é o bastante, substância essa que será muito importante para o desenvolvimento do bebê. Por isso, existe um risco grande de que o bebê nasça de maneira prematura e com baixo peso devido ao pouco cálcio ingerido.