Dicas para Esquecer o Ex-namorado

Esquecer é doloroso, mas necessário para prosseguir. (foto divulgação)

O amor sempre foi motivo de alegrias e dor. Quem ama quer ficar junto e isso implica relacionar-se. É aí que as tristezas e alegrias caminham juntos, pois relacionamentos envolvem mais do que uma pessoa, que provavelmente tem propósitos, opiniões e necessidades diferentes uma da outra. Esses seres podem se amar muito e isso é algo que consegue manter a chama acesa durante um tempo, porém chega uma hora que os conflitos chegam e então alguns relacionamentos acabam.

As mulheres costumam sofrer mais com os finais de relacionamentos, pois são mais sensíveis se entregam mais. Além disso é comprovado cientificamente que nosso relacionamento é mais coração do que corpo, ou seja nos envolvemos mais com carinhos e intimidades do que somente relações sexuais e atrações físicas.

Por isso quando a pessoa que amamos sai de nossas vidas fica muito complicado esquecê-la. Esquecer o namorado se torna algum muito doloroso e ao mesmo tempo aparentemente impossível. Principalmente porque não nos atraímos por qualquer “corpo” e esquecemos os bons momentos e intimidades vividos anteriormente. Esquecer é um processo que demanda tempo, força, coragem e principalmente muito amor próprio.

Pratique o desapego!

Para esquecer um ex namorado é necessário praticar o desapego. Desapegar-se inclui entender que ninguém é de ninguém e que não somos nós que controlamos os sentimentos das outras pessoas. É importante agradecer o que foi vivido, com carinho e guardar na memória as coisas boas, pois não devemos apagar nosso passado. Mas guardar não quer dizer que você deva viver de passado.

Entenda que os erros cometidos também já passaram, sejam os deles quanto os seus. Aprenda com esses atos falhos, para que a convivência e tratamento nas suas próximas relações sejam melhores.

Não tente concertar o que já está feito. Evite cansar o outro e a si mesma com ligações insistentes, choros, chantagens e brigas sem fim. Isso não vai ajudar as coisas melhorarem e muito menos te ajudará esquecer. Evite humilhar-se. Ninguém vive feliz ao lado de uma pessoa implorando. Isso trará um sentimento de “mal amada”. E ninguém vive feliz de restos de amor.

Se abra para o novo (foto divulgação)

Abra-se para o novo!

Depois que você começa a desapegar é importante abrir-se para o novo. Não necessariamente forçar situações para esquecê-lo pois isso não vai ajudar. É importante que você viva a dor com maturidade e aceitação. Tentando entender o final do relacionamento como um fato e não tentando reatar quando já verificou que não é bom para ambos ou que ele não quer mais.

Lembre-se que um amor implorado não é bom para sua auto-estima e logo é péssimo para a relação pois nenhum homem gosta de mulher insegura e costumam a manipulá-las facilmente. Para isso é importante ser segura de si, ter muito amor próprio para reconstruir sua vida e saber seguir enfrente.

Conte com seus amigos e familiares para se divertir na fase pós desapego que será iniciada quando você já estiver pronta para abrir-se para o novo. Permita-se descobrir novas sensações, descubra-se, viaje, invista em atividades que ocupem sua mente e corpo e te satisfaçam como mulher. Esportes e sair pra dançar com as amigas são ótimas escolhas para quem quer sair de um relacionamento bem e em forma.

Quanto mais amor próprio mais vontade você terá de cuidar-se e pensar no seu futuro e nas ótimas oportunidades que surgirão. E quando elas surgirem vai perceber que foi somente mais uma dor de fim de relacionamento que você superou. Perceberá que estará mais forte, mais segura e talvez muito mais feliz. Talvez sentirá saudades, mas isso faz parte. Nossa vida é feita de boas e más lembranças de pessoas que nos marcaram de alguma forma. Mas o principal é permitir e estar aberta para novos amores e muitas histórias felizes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *