Whey Protein: conheça todos os benefícios para o corpo!

Um dos suplementos mais famosos para o ganho de massa muscular, o Whey Protein é uma ajuda tremenda para quem pretende ingressar em uma rotina de malhação e obter resultados mais aparentes de maneira veloz.

O produto é feito com proteínas extraídas do leite, sendo necessário utilizar dois mil litros de leite para extrair um quilo de soro. O que sobra é usado pela indústria dos laticínios para a produção de queijos e derivados.

É utilizado para ganhar massa muscular por ser rico em proteínas que auxiliam na recuperação dos músculos, que podem se danificar durante o treinamento. Muita gente que adota receitas fit, acaba utilizando também o whey.

Vários benefícios são concedidos ao usuário de Whey Protein, como uma melhora na imunidade. Por esse motivo é indicado para tratar pacientes portadores do HIV. Cientistas detectaram resultados positivos também em pacientes com asma, mas o uso para essa finalidade ainda não está disponível no comércio.

Existem ainda estudos que comprovam o auxílio do suplemento na prevenção do câncer, além de ajudar a regredir os tumores já formados. Também pode ser uma poderosa ferramenta para controlar os níveis de glicose em pessoas obesas.

Como consumir

Pessoas que praticam atividades físicas podem consumir antes e depois do treino. Não é necessário tomar quando não for treinar.

E é importante lembrar que o Whey Protein não serve para substituir almoço ou janta, mas se for usado para substituir lanches, é necessário que sejam adicionadas fibras como aveia e linhaça.
Pode ser utilizado com água, sucos, bolos, vitaminas e outros alimentos. O que vale é a criatividade.
O produto leva cerca de 120 minutos para fazer efeito, e não tem restrições na quantidade que se pode consumir durante o dia, mas utilizar em excesso pode causar problemas intestinais.

Cuidados necessários

Se você vai começar a utilizar o Whey Protein, precisa ingerir bastante agua durante o dia que consumir o suplemento, para que assim não sobrecarregue seus rins. Para pessoas alérgicas ou com intolerância a lactose a recomendação fica para os suplementos proteicos de arroz e soja, que também são indicados para veganos.
Se for usado em excesso, pode ter grandes chances de sobrecarregar os rins e o fígado, além de possibilitar com que o usuário engorde.

Tipos de Whey Protein

O Whey Protein Concentrado é o que possui maior quantia de gordura e lactose, e pode fornecer de 29% a 89% de proteínas. Ele possui aminoácidos precursores de creatina e glutamina.
Já o Whey Protein Isolado possui maior quantidade de proteína, cerca de 90% a 95%, e apenas 1% de lactose. Seu uso é recomendado para combater as infecções e inflamações.

Existe ainda o Whey Protein Hidrolisado que conta com maior absorção que os outros. Contém quantidade mínima de gordura e não possui lactose.

E por fim temos o Whey Protein Feminino, que traz efeitos iguais para ambos os sexos, porém a versão inclui substâncias com outros benefícios como o fortalecimento da pele, cabelos e unhas. No caso das mulheres é recomendado para auxiliar na perda de peso, e não no ganho da massa muscular.

Onde comprar e média de preços

O Whey Protein pode ser encontrado em supermercados, farmácias, lojas de produtos naturais, lojas online e outros tipos de estabelecimentos comerciais.
Confira a média de preço no mercado Brasileiro:
700g (Concentrado) – R$ 127,00
1kg (Isolado) – R$ 299,00
900g (Hidrolisado) – R$ 277,90
900g (Feminino) – R$ 129,90

Conclusão

Bem pessoal, espero que as dicas tenham sido uteis e que consigam com sucesso adotar o whey na sua dieta para ganho de massa muscular. Lembrando que sempre devemos consultar seu médico nutricionista antes de iniciar qualquer tipo de dieta, ok? Nosso site nao se responsabiliza pelo mal uso das informaçoes aqui apresentadas.
Duvidas ou sugestões podem deixar nos comentarios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *